Brasil

Baldy chega ao PP com status de quase ministro das Cidades

POR GBrasil | 17/11/2017
img/noticias/Baldy chega ao PP com status de quase ministro das Cidades
P

Pintou favorito para assumir o importante Ministério das Cidades, vago desde a saída de Bruno Araújo (PSDB-PE): trata-se do deputado federal goiano Alexandre Baldy, que se filia ao Progressistas (antigo PP) em grande evento a se realizar no dia 25 de novembro (provavelmente em Goiânia). Baldy era filiado ao Podemos, mas deixou a legenda após desentendimentos com o presidente do diretório nacional, senador Álvaro Dias (PR). 

 

Poucos são os parlamentares que gozam de prestígio igual ou superior ao de Baldy junto ao governo federal. O goiano integra o seleto grupo de deputados que com frequência é escalado para missões espinhosas no Congresso, a exemplo de Carlos Gaguin (Podemos-TO), Carlos Marun (PMDB-MS), Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) e Baleia Rossi (PMDB-SP). Também é muito próximo do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), que inclusive esforçou-se para levar o amigo para o DEM. 

 

A interlocutores, o presidente Michel Temer (PMDB) afirma que Baldy é um excelente nome para o Ministério das Cidades por ser competente, transitar bem entre todas as bancadas do Congresso e conhecer os meandros da administração pública. A pasta é considerada a mais importante para o governo no último ano de Temer, porque a ela caberá a execução do programa Avançar, cujo objetivo é concluir todas as obras da União que estão em andamento, sem falar do Minha Casa, Minha Vida e de outras frentes de trabalho que garantem enorme visibilidade à gestão do presidente. 

 

Baldy chegou ao Congresso depois de uma bem-sucedida experiência como secretário de Indústria e Comércio do governo Marconi Perillo (PSDB), em Goiás. Juntos, ele e o governador atraíram investimentos importantes para Goiás através de uma agressiva política de incentivos fiscais e de diálogo. O deputado tem a sua parcela de responsabilidade no trunfo de manter o Estado entre os dez maiores Produtos Internos Brutos (PIBs) do Brasil. 

 

A vaga de ministro das Cidades está reservada ao Centrão, que além do PP conta também com PR, PSD, PTB entre outros partidos. Antes da notícia da filiação de Baldy ao PP, comentava-se que o favorito ao cargo era Gilberto Occhi, que foi titular da pasta no governo da ex-presidente Dilma Rousseff e que hoje ocupa uma diretoria da Caixa Econômica Federal. A troca no ministério das Cidades é parte de uma reforma na equipe de Temer que pode atingir um total de 17 cadeiras no primeiro escalão. 

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Brasil 17/11/2017 Eleição custou de R$ 4,5 bilhões aos cofres públicos

Eleições deste ano só não foram mais caras que as de 2014, auge da corrupção envolvendo empreiteiras, que custaram R$5,1 bilhões.

Brasil 17/11/2017 Bolsonaro: há uma parte do governo Temer que funciona

Ministro das Cidades, Alexandre Baldy é o símbolo desta pequena parte do governo Temer que dá certo. 

Brasil 17/11/2017 Marcelo Aro tenta usar plantão no tribunal para reaver PHS

Aro perdeu o comando do partido para o goiano Eduardo Machado. Ele tenta usar plantão do TJ para atropelar juiz substituto.

Brasil 17/11/2017 Em dois dias, Baldy recebe parlamentares, prefeitos e lideranças de 15 estados

Em ritmo intenso de trabalho, o goiano e ministro das Cidades, Alexandre Baldy, atendeu, em apenas dois dias, representantes de 15 estados.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manhã - Jovem Pan-GO