Brasil

Furacão Palocci abre debate sobre plano B no PT para 2018

POR GBrasil | 10/09/2017
img/noticias/Furacão Palocci abre debate sobre plano B no PT para 2018
A

As revelações que o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci fez sobre Lula causaram graves prejuízos à candidatura do ex-presidente ao Palácio do Planalto em 2018. Esta é a avaliação de líderes de correntes majoritárias no PT, que no fim da última semana abriram, de forma discreta, debate sobre o plano B do partido para a eleição de 2018. A preferência da maioria é pelo ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad. 

 

Estes líderes acreditam que Palocci não teria dado informações tão comprometedoras sobre Lula ao juiz Sérgio Moro, na última quarta-feira, se antes não tivesse reunido provas e evidências que as corroborassem. De acordo com o ex-ministro, Lula recebeu R$ 300 milhões em propina nos estertores do seu governo para assegurar que os interesses do falecido Emílio Odebrecht fossem preservados no mandato da ex-presidente Dilma. 

 

A partir de evidências que possivelmente serão entregues por Palocci à Justiça, é provável que se abra linhas de investigação contra o ex-presidente que hoje não existem, o que deve inviabilizar a postulação de Lula tanto no aspecto político, quanto no jurídico. A estratégia do PT é insistir na defesa do seu líder maior, independente do que surgir contra ele, mas o partido não vai cometer o erro de não preparar um candidato alternativo para 2018. 

 

Em público, o PT vai insistir no discurso de perseguição. Mas é um argumento frágil, posto que as acusações contra Lula partem agora de políticos que fizeram parte do comando do partido. Sobre Haddad, ainda resta uma dúvida: ele vai ter coragem de deixar de lado o discurso da ética para não atacar Lula e outros companheiros implicados em escândalos de corrupção? 

 

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Brasil 10/09/2017 Eleição custou de R$ 4,5 bilhões aos cofres públicos

Eleições deste ano só não foram mais caras que as de 2014, auge da corrupção envolvendo empreiteiras, que custaram R$5,1 bilhões.

Brasil 10/09/2017 Bolsonaro: há uma parte do governo Temer que funciona

Ministro das Cidades, Alexandre Baldy é o símbolo desta pequena parte do governo Temer que dá certo. 

Brasil 10/09/2017 Marcelo Aro tenta usar plantão no tribunal para reaver PHS

Aro perdeu o comando do partido para o goiano Eduardo Machado. Ele tenta usar plantão do TJ para atropelar juiz substituto.

Brasil 10/09/2017 Em dois dias, Baldy recebe parlamentares, prefeitos e lideranças de 15 estados

Em ritmo intenso de trabalho, o goiano e ministro das Cidades, Alexandre Baldy, atendeu, em apenas dois dias, representantes de 15 estados.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manhã - Jovem Pan-GO