Brasil

Juiz que mandou soltar Lula é torpedeado no CNJ

POR GBrasil | 09/07/2018
img/noticias/Juiz que mandou soltar Lula é torpedeado no CNJ
O

O juiz Rogério Favreto, plantonista do TRF-4 (Tribunal Regional Federal) que mandou soltar o ex-presidente Lula no domingo (8.jul.2018), é alvo de 6 ações no CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

 

São pedidos de providência e reclamações disciplinares protocoladas na noite do domingo e durante esta 2ª feira (9.jul.2018). Todas as ações têm como objeto a decisão do magistrado de conceder liminar (decisão provisória) para tirar o ex-presidente da cadeia.

 

O senador José Medeiros (Pode-MT) é autor de uma reclamação disciplinar ao Conselho. Ele afirma que Favreto, nomeado ao TRF-4 por Dilma Rousseff em junho 2011, deveria ter se declarado impedido no caso.

 

Favreto foi filiado ao PT por 20 anos e exerceu a função de secretário nacional da Reforma do Judiciário, no Ministério da Justiça. Foi nomeado por Lula.

 

“Inegável que caso as notícias veiculadas em relação ao Reclamado sejam verdadeiras este deveria ter se declarado impedido, ante a evidente relação de amizade com o impetrante e ou ainda relações políticas residuais entre o Reclamado e o Partido político onde anteriormente fora filiado”, diz o documento.

 

As outras representações contra o juiz foram apresentadas pelo deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), pelo Partido Novo, pela ex-procuradora do Distrito Federal Beatriz Kicis e pelo teólogo Mariel Marra. Uma 6ª ação é assinada por 100 integrantes dos ministérios públicos federal e estaduais.

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Brasil 09/07/2018 Nunca rejeição a Lula e Moro foi tão parecida, diz pesquisa

O máximo dessa diferença foi em dezembro de 2016, quando a desaprovação de Lula era 42 pontos mais elevada que a desaprovação de Moro.

Brasil 09/07/2018 Globo proíbe jornalistas de comentar política nas redes

Grupo Globo divulgou nesta semana as diretrizes de como os jornalistas da empresa devem utilizar as redes sociais. Veja íntegra.

Brasil 09/07/2018 Em palestra, Marconi sugere Meirelles vice de Alckmin

Declaração foi o primeiro aceno explícito da campanha tucana a Meirelles e ao MDB depois da chegada de Marconi à coordenação.

Brasil 09/07/2018 TRF-4 homologa delação do fim do mundo de Palocci

Ex-ministro fechou os termos da dela√ß√£o com delegados respons√°veis pelas investiga√ß√Ķes da Lava Jato ap√≥s MPF rejeitar o acordo.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as not√≠cias do Brasil e do mundo com publica√ß√Ķes realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conte√ļdo jornal√≠stico exclusivo para voc√™.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manh√£ - Jovem Pan-GO