Brasil

Lula reforçará caravanas para intimidar Justiça

POR GBrasil | 13/10/2017
img/noticias/Lula reforçará caravanas para intimidar Justiça
O

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já bateu o martelo de que irá reforçar as caravas pelo País para denunciar o que ele acredita ser uma “caçada judicial e midiática” contra a sua candidatura à Presidência da República. 

 

Até o prazo para o registro das candidaturas, em agosto, a estratégia do PT é tentar gerar uma "comoção nacional" a fim de blindar o ex-presidente em meio às investigações de que é alvo, e simultaneamente, constranger possíveis decisões da Justiça que não deixem a candidatura se concretizar.

 

Para isso, o PT vai turbinar a pré-campanha de Lula, com novas edições das "caravanas da cidadania": depois do Nordeste, ele agora percorrerá regiões de São Paulo e Minas Gerais.

 

Num ato com servidores e militantes da área de educação em Brasília, Lula criticou a postura do então vice-presidente Al Gore, candidato à Presidência dos Estados Unidos, que "aceitou" a decisão da Suprema Corte americana atribuindo a vitória nas eleições de 2000 ao republicano George W. Bush.

 

"Eles trabalham todo santo dia com a certeza de que estarei fora da disputa, e eles podem, juntam meia dúzia de juízes que não deixam eu ser o candidato e acabou", afirmou Lula.

 

"Vejam o Al Gore nos Estados Unidos, ele tinha ganho as eleições e uma decisão da Suprema Corte deu a vitória pro Bush e ele ficou quieto", criticou. "Não tenho respeito por quem não me respeita e eles não me respeitaram, por isso eu vou enfrentar".

 

 Ao jornal Valor Econômico, líderes do PT afirmaram que Lula agirá da mesma forma: se o Tribunal Regional Federal confirmar a sentença de Moro, ele apelará a todas as instâncias pelo direito de disputar a sucessão presidencial.

"Nós vamos recorrer até o fim", confirma o líder do PT na Câmara dos Deputados, Zarattini (SP). "Lula só não será candidato se não quiser, ou se depois de todos os recursos, ele legalmente não puder ser", completa o líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (RJ).

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Brasil 13/10/2017 Nunca rejeição a Lula e Moro foi tão parecida, diz pesquisa

O máximo dessa diferença foi em dezembro de 2016, quando a desaprovação de Lula era 42 pontos mais elevada que a desaprovação de Moro.

Brasil 13/10/2017 Juiz que mandou soltar Lula é torpedeado no CNJ

Rogério Favreto responderá a pedidos de providência e reclamações disciplinares protocoladas na noite do domingo e durante esta 2ª feira.

Brasil 13/10/2017 Globo proíbe jornalistas de comentar política nas redes

Grupo Globo divulgou nesta semana as diretrizes de como os jornalistas da empresa devem utilizar as redes sociais. Veja íntegra.

Brasil 13/10/2017 Em palestra, Marconi sugere Meirelles vice de Alckmin

Declaração foi o primeiro aceno explícito da campanha tucana a Meirelles e ao MDB depois da chegada de Marconi à coordenação.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manhã - Jovem Pan-GO