Brasil

Meirelles pode ser um novo FHC? Improv√°vel que consiga

POR GBrasil | 03/12/2017
img/noticias/Meirelles pode ser um novo FHC? Improv√°vel que consiga
N

Na cabeça do economista Henrique Meirelles, o plano está desenhado há muito tempo: com o conhecimento que tem, debelaria a inflação no Brasil - que havia atingido 10,7% ao ano - e se viabilizaria como candidato à Presidência da República depois de realizar um ótimo trabalho na economia, a exemplo do que fez Fernando Henrique Cardoso em 1994. 

 

A parte inicial do plano era a mais fácil. Não será a primeira vez que Meirelles entregará excelentes números nesta seara. Como presidente do Banco Central na gestão Lula, Meirelles esbanjou competência e conduziu a inflação a patamares saudáveis, que permitiram a ampliação do acesso ao crédito por parte da população. 

 

O problema é que, para parte final do plano, o ministro terá de ser um expert em política, como FHC sempre foi. É verdade que o tucano teve uma oportunidade de ouro em 1994, com o plano Real, mas antes já havia se preparado para aproveitá-la. Em 1975, foi eleito senador depois de uma campanha que o vendeu como artífice da redemocratização e, em 1985, aprendeu muito com a derrota para Jânio Quadros na disputa pela prefeitura de São Paulo. 

 

FHC se credenciou como legítimo herdeiro do legado do plano Real. Já Meirelles, aos olhos do grande público, não tem relação alguma com o boom da economia entre 2002 e 2010 - que entrou na conta do ex-presidente Lula - e possivelmente não lucrará desta vez, já que o simples fato de pertencer ao governo do presidente Temer já o leva ser visto com desconfiança. 

 

A sorte do ministro é que os partidos do Centrão (PP, PSD, PR e PTB, além do PMDB) não querem assumir nenhum dos lados da disputa polarizada entre Lula e Bolsonaro e o candidato natural deste bloco heterogêneo, Geraldo Alckmin (PSDB), não deslancha. Resta a Meirelles torcer para o governador de São Paulo continuar preso aos grilhões do seu pesadelo pessoal, com um PSDB rachado. 

 

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Brasil 03/12/2017 Elei√ß√£o custou de R$ 4,5 bilh√Ķes aos cofres p√ļblicos

Elei√ß√Ķes deste ano s√≥ n√£o foram mais caras que as de 2014, auge da corrup√ß√£o envolvendo empreiteiras, que custaram R$5,1 bilh√Ķes.

Brasil 03/12/2017 Bolsonaro: h√° uma parte do governo Temer que funciona

Ministro das Cidades, Alexandre Baldy é o símbolo desta pequena parte do governo Temer que dá certo. 

Brasil 03/12/2017 Marcelo Aro tenta usar plant√£o no tribunal para reaver PHS

Aro perdeu o comando do partido para o goiano Eduardo Machado. Ele tenta usar plant√£o do TJ para atropelar juiz substituto.

Brasil 03/12/2017 Em dois dias, Baldy recebe parlamentares, prefeitos e lideranças de 15 estados

Em ritmo intenso de trabalho, o goiano e ministro das Cidades, Alexandre Baldy, atendeu, em apenas dois dias, representantes de 15 estados.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as not√≠cias do Brasil e do mundo com publica√ß√Ķes realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conte√ļdo jornal√≠stico exclusivo para voc√™.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manh√£ - Jovem Pan-GO