Brasil

MP vai recorrer contra prisão domiciliar do ex-médico Abdelmassih

POR GBrasil | 27/06/2017
img/noticias/MP vai recorrer contra prisão domiciliar do ex-médico Abdelmassih
O


O Ministério Público (MP) do Estado de São Paulo vai recorrer da decisão que concedeu o benefício da prisão domiciliar ao ex-médico Roger Abdelmassih, que foi condenado a 278 anos de prisão por 48 estupros cometidos contra 37 pacientes da sua clínica de reprodução humana. A pena foi reduzida a 181 anos por decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo de 2014.


O promotor de Justiça Luiz Marcelo Negrini de Oliveira Mattos vai interpor um agravo em execução a fim de cassar a decisão, além de impetrar mandado de segurança com pedido de liminar para a suspensão imediata do benefício, fazendo com que Abdelmassih retorne ao regime fechado até o julgamento do recurso.

 

De acordo com o MP, somente hoje (26) o órgão foi cientificado oficialmente da decisão da juíza da 1ª Vara das Execuções Criminais de Taubaté, que indeferiu o pedido de indulto humanitário, mas concedeu o pedido subsidiário de prisão domiciliar para o ex-médico enquanto ele estiver comprovadamente doente.

 

“A decisão judicial é destituída de respaldo legal, pois, muito embora o ex-médico esteja com mais de 70 anos e apresente precárias condições de saúde, a Lei de Execução Penal, em seu artigo 117, somente permite o recolhimento de beneficiário de regime aberto em residência particular, e ele cumpria pena no regime fechado”, divulgou o MP em nota.

 

(Agência Brasil)

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Brasil 27/06/2017 Câmara aprova decreto de intervenção no Rio

Matéria foi aprovada por 340x72 votos e segue para o Senado, que deve votar a medida ainda nesta terça-feira (20). Não houve emendas.

Brasil 27/06/2017 Governo demite ministra Luislinda Valois

Luislinda ficou conhecida depois que pediu para acumular seu salário de desembargadora com remuneração da pasta alegando “trabalho escravo".

Brasil 27/06/2017 Cafetina do mensalão é flagrada roubando comida

Pivô do escândalo que derrubou o ex-ministro Antonio Palocci, Jeany Mary fornecia prostitutas para autoridades durante governo Lula.

Brasil 27/06/2017 Temer: nova pasta não invadirá competência dos Estados

Presidente ainda afirmou que intervenção no RJ se fez necessária porque violência no Estado se alastrou para outras unidades da Federação.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manhã - Jovem Pan-GO