Brasil

Não houve ditadura no Brasil, diz Zezé di Camargo

POR GBrasil | 11/09/2017
img/noticias/Não houve ditadura no Brasil, diz Zezé di Camargo
E

Em entrevista à jornalista Leda Nagle, disponível no Youtube, o cantor Zezé di Camargo afirmou que o Brasil não viveu um regime de ditadura militar entre os anos de 1964 e 1985. “Eu vou falar um absurdo aqui para você, as pessoas vão me criticar, jornalistas vão falar de mim, achar que sou um maluco. (…) Muita gente confunde militarismo com ditadura, todo mundo fala ‘nós vivíamos numa ditadura’. Nós não vivíamos numa ditadura, nós vivíamos num militarismo vigiado”, disse.

 

Para o cantor, verdadeiras ditaduras são as que existem ou existiram em países como Cuba, Venezuela, Coreia do Norte ou China. “Esses realmente são ditadores. O Chile, com Pinochet. A Argentina também viveu isso. O Brasil nunca chegou a ser uma ditadura daquelas que ou você está a favor ou você está morto”. 

 

Em que pese a insistência de Leda Nagle em dizer que houve tortura e prisão nos anos turbulentos de regime militar, Zezé sustentou a sua opinião. “Mas não chegou a ser tão sangrenta, tão violenta, como a gente vive até hoje, no mundo de hoje. Não dá para acreditar que muita gente ainda acredita que uma ditadura vai dar certo. Não quero isso jamais, mas eu imagino que o Brasil hoje precisaria passar por uma depuração. O Brasil até podia pensar no militarismo para reorganizar a coisa e entregar de novo, limpamos essa corja e está aqui o Brasil democrático de novo, como queria. Acho que o Brasil precisava passar por uma depuração dessas.”

 

Na entrevista, o cantor revela que recebeu convites para se filiar a partidos políticos e ser candidato, mas que optou por discutir e debater política apenas como eleitor comum. “Me considero um cara muito politizado. Não me imagino político, já tive convite para isso. Já conversei com alguns políticos e eles ficam impressionados com meus conhecimentos políticos do Brasil. Mas não tenho vocação. Eu quero ser politizado para exercer meu direito como cidadão.”

 

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Brasil 11/09/2017 Câmara aprova decreto de intervenção no Rio

Matéria foi aprovada por 340x72 votos e segue para o Senado, que deve votar a medida ainda nesta terça-feira (20). Não houve emendas.

Brasil 11/09/2017 Governo demite ministra Luislinda Valois

Luislinda ficou conhecida depois que pediu para acumular seu salário de desembargadora com remuneração da pasta alegando “trabalho escravo".

Brasil 11/09/2017 Cafetina do mensalão é flagrada roubando comida

Pivô do escândalo que derrubou o ex-ministro Antonio Palocci, Jeany Mary fornecia prostitutas para autoridades durante governo Lula.

Brasil 11/09/2017 Temer: nova pasta não invadirá competência dos Estados

Presidente ainda afirmou que intervenção no RJ se fez necessária porque violência no Estado se alastrou para outras unidades da Federação.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manhã - Jovem Pan-GO