Brasil

PTB fecha questão em favor da Previdência

POR GBrasil | 06/12/2017
img/noticias/PTB fecha questão em favor da Previdência
O

O PTB publicou nota nesta 4ª feira (6.dez.2017) oficializando o fechamento de questão a favor da reforma da Previdência. A sigla tem 16 deputados.

 

“Fechar questão” significa que os congressistas que não votarem pelo projeto poderão ser punidos pela legenda. Na prática, no entanto, a infidelidade raramente é penalizada.

 

“A Executiva nacional do Partido Trabalhista Brasileiro, em sua esmagadora maioria, manifestou apoio à proposta, considerando-a uma questão fechada […] Diante disso, o PTB determina que os deputados federais e senadores do partido, em obediência à decisão da Executiva, votem pela aprovação da proposta”, diz a nota, assinada pelo presidente da sigla, Roberto Jefferson.

 

Durante jantar no domingo, Jefferson chegou a sugerir que os partidos não mandem verba do fundo eleitoral aos deputados que votarem contra a reforma previdenciária. Gilberto Kassab, comandante do PSD, resistiu. Disse que isso provocará uma debandada das legendas. Além do partido de Kassab, outras como PR, PRB e DEM não querem fechar questão.

 

Mesmo com a orientação, estima-se que ao menos 3 deputados do PTB tendem a votar contra a proposta: Arnaldo Faria de Sá (SP), Deley (RJ) e Zeca Cavalcanti (PE). A sigla tem 16 deputados.

 

O PTB é o 1º partido a oficializar o fechamento de questão desde que as discussões foram retomadas pelo Congresso. Nesta 3ª feira, o líder do PMDB na Câmara, Baleia Rossi (SP), afirmou já haver maioria absoluta da bancada pelo posicionamento, mas a decisão ainda precisa ser chancelada pela Executiva da sigla. Uma reunião foi convocada para esta 4ª.

 

FECHA OU NÃO FECHA?

Com uma possível aproximação da votação da reforma da Previdência, o governo fará pressão para que os partidos de sua base de apoio “fechem questão” a favor do projeto. Além do PTB, siglas como PP e PSDB ficaram de avaliar o assunto.

 

Mas fechar questão serve muito mais como uma sinalização de apoio do que como garantia de resultado integral ao Planalto.

 

Em meados do ano, 5 partidos governistas fecharam questão para votar contra a admissibilidade da  1ª denúncia contra Michel Temer: PMDB, PP, PR, PRB e PSD.

 

Dois deles –PRB e PSD– entregaram menos de 70% de seus votos. PTB e DEM, que não haviam fechado, votaram mais a favor do presidente do que 3 deles.

 

PSD: FECHOU, MAS NÃO ENTREGOU

Na reforma trabalhista não foi diferente: o PSD foi o único dos partidos governistas a fechar questão a favor. No entanto, foi apenas a 5ª sigla no apoio proporcional de sua bancada.

 

Os partidos mais fiéis foram DEM (97% dos votos), PSDB (91%) e PMDB (81%).

 

TEXTO: PODER 360

 

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Brasil 06/12/2017 Eleição custou de R$ 4,5 bilhões aos cofres públicos

Eleições deste ano só não foram mais caras que as de 2014, auge da corrupção envolvendo empreiteiras, que custaram R$5,1 bilhões.

Brasil 06/12/2017 Bolsonaro: há uma parte do governo Temer que funciona

Ministro das Cidades, Alexandre Baldy é o símbolo desta pequena parte do governo Temer que dá certo. 

Brasil 06/12/2017 Marcelo Aro tenta usar plantão no tribunal para reaver PHS

Aro perdeu o comando do partido para o goiano Eduardo Machado. Ele tenta usar plantão do TJ para atropelar juiz substituto.

Brasil 06/12/2017 Em dois dias, Baldy recebe parlamentares, prefeitos e lideranças de 15 estados

Em ritmo intenso de trabalho, o goiano e ministro das Cidades, Alexandre Baldy, atendeu, em apenas dois dias, representantes de 15 estados.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manhã - Jovem Pan-GO