Brasil

São Paulo: disputa no PSDB afunila em Serra e Doria

POR GBrasil | 25/12/2017
img/noticias/São Paulo: disputa no PSDB afunila em Serra e Doria
E

Em que pese o esforço do vice-governador, Márcio França (PSB), do cientista político Luiz Felipe d’Avila e do secretário de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, a disputa interna no PSDB de São Paulo para escolha do candidato a governador em 2018 parece ter afunilado entre o senador José Serra e o prefeito da Capital, João Doria. 

 

Como mostrou reportagem do GBrasil no último dia 24, Doria avançou muitas casas com a declaração pública de apoio do presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Cauê Macris (PSDB). Cauê não só hipotecou o seu apoio como garantiu que a maioria dos 20 deputados estaduais do partido em SP preferem que o prefeito seja o candidato. “Sinto que a ampla maioria dos prefeitos tucanos do Estado e dos deputados estaduais do PSDB defendem que a melhor opção é o prefeito Doria disputar o governo paulista. Em ano de Copa do Mundo, temos que escalar nosso melhor atacante. E o Neymar do PSDB é o Doria”, disse Cauê.

 

Entretanto, uma rápida consulta à forte bancada federal do partido mostrará que, entre os deputados que trabalham em Brasília, é maciça a preferência por Serra, o que pressagia um embate duro nas hostes tucanas em 2018. 

 

O prefeito diz que nunca se colocou como candidato a nada. "Fui eleito para ser prefeito. Nunca disse que seria candidato a nada. Vou cumprir meu mandato". Mas Doria deixa uma porta aberta para mudar de posição quando questionado sobre o movimento em torno de seu nome. "Vamos aguardar que esse movimento de fato aconteça para poder analisar. Nosso foco está integralmente na Prefeitura. Você não tem notícias do João Doria visitando prefeitos no interior ou a Assembleia", afirma.

 

A indefinição no PSDB paralisa também a movimentação em outros partidos. No PSD, por exemplo, Gilberto Kassab afirma a interlocutores que sairá candidato se o seu amigo Serra não for o ungido. Já no PMDB, o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, torce para que Doria seja descartado, porque avalia que o prefeito galvanizaria o apoio de muitos empresários da sua base em um eventual projeto eleitoral. 

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Brasil 25/12/2017 Eleição custou de R$ 4,5 bilhões aos cofres públicos

Eleições deste ano só não foram mais caras que as de 2014, auge da corrupção envolvendo empreiteiras, que custaram R$5,1 bilhões.

Brasil 25/12/2017 Bolsonaro: há uma parte do governo Temer que funciona

Ministro das Cidades, Alexandre Baldy é o símbolo desta pequena parte do governo Temer que dá certo. 

Brasil 25/12/2017 Marcelo Aro tenta usar plantão no tribunal para reaver PHS

Aro perdeu o comando do partido para o goiano Eduardo Machado. Ele tenta usar plantão do TJ para atropelar juiz substituto.

Brasil 25/12/2017 Em dois dias, Baldy recebe parlamentares, prefeitos e lideranças de 15 estados

Em ritmo intenso de trabalho, o goiano e ministro das Cidades, Alexandre Baldy, atendeu, em apenas dois dias, representantes de 15 estados.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manhã - Jovem Pan-GO