Opinião

É improvável que DEM renasça com Huck, diz especialista

POR Colunista Opnião | 18/10/2017
img/noticias/É improvável que DEM renasça com Huck, diz especialista
&

 

Tendo em vista o apoio histórico da região Sudeste aos candidatos do PSDB e a preferência do Nordeste pelo PT, é improvável que o apresentador Luciano Huck guinde o DEM para a condição de protagonista na eleição do ano que vem para presidente da República. Esta é a opinião de Alberto Carlos de Almeida, autor do best-seller “A Cabeça do Brasileiro”, em artigo publicado no site Poder 360.

 

Confira: 

 

O INCRÍVEL HUCK E O DEM

 

O personagem Hulk existe desde os anos 1960. Hoje ele dá nome a filmes de sucesso, porém, ele apareceu originalmente como personagem de história em quadrinhos. Também conhecido como o incrível Hulk, o super-herói da Marvel tem características sobre-humanas. Quando irritado ele se transforma e se torna extremamente forte. Nos filmes e histórias em quadrinhos é difícil encontrar alguém mais forte do que ele. Graças tanta força ele é capaz de destruir um asteroide, segurar uma montanha de 150 toneladas e juntar placas tectônicas.

 

O DEM (Democratas) foi fundado em março de 2007 como sendo a continuação do antigo PFL (Partido da Frente Liberal), todavia, renovado. Segundo as informações da Wikipedia “o partido muda de nome para recuperar sua imagem após péssimos resultados nas eleições de 2006, em que perdeu dezenove cadeiras na Câmara dos Deputados e uma cadeira no Senado, além de conquistar apenas o governo do Distrito Federal”. O PFL tinha sido um grande partido, inclusive muito forte na região Nordeste. De 1994 a 2002 a sua bancada no Senado variou entre 19 e 15 cadeiras. Em 2006 ele elegeu 12 senadores e já como DEM em 2010 foram 6 senadores eleitos e 4 em 2014.

 

A trajetória da bancada de deputados federais foi semelhante. O PFL chegou a ter 105 deputados em 1998, e viu o seu time de parlamentares da câmara baixa cair para 84 em 2002, 65 em 2006, 43 em 2010 já como DEM e apenas 21 em 2014. Os governos estaduais controlados pelo antigo PFL já foram 6, conquistados na eleição de 1998. Hoje o DEM não governo nenhum Estado. Adicionalmente, desde que o PT conquistou o Governo Federal com Lula em 2002, o partido deixou de ter acesso aos recursos de Brasília, ao menos o acesso que tinha na época do velho PFL de Antônio Carlos Magalhães.

 

O antigo PFL e atual DEM foi deslocado do protagonismo que já teve em função do crescimento do PT e de seus aliados junto ao eleitorado pobre do Nordeste. A título de exemplo vale mencionar o Estado da Bahia que no passado foi uma cidadela do partido, tendo sido controlado pelos políticos carlistas, e hoje é governado pelo PT já no 3º mandato consecutivo. Os senadores baianos eleitos nos últimos 3 pleitos também fizeram parte da aliança local liderada pelo PT. No Maranhão o DEM foi deslocado de seu domínio histórico pelo PC do B de Flávio Dino e aliado preferencial do PT. No Piauí e no Ceará os atuais protagonistas são do PT, e na Paraíba e em Pernambuco do PSB.

 

A perda de protagonismo do DEM estava inteiramente fora de controle de seus líderes partidários. Trata-se de um processo histórico que tem paralelo em vários países europeus, quando da emergência do partido de esquerda de massas e o consequente deslocamento de pelo menos um partido liberal que antes era protagonista do jogo político. Para ficar em somente um exemplo, antes do surgimento do Partido Trabalhista Britânico, que conquistou o voto dos pobres ingleses, escoceses e irlandeses, a disputa política era feita entre Tories e Whigs. Os whigs foram deslocados pelos trabalhistas e desapareceram. Não haveria força na terra, nem a do incrível Hulk, que viesse a colocar os antigos liberais britânicos de volta ao palco da representação.

 

Algo idêntico ocorreu na França, Alemanha, Itália e Espanha, mudando-se apenas os nomes dos partidos. Por toda parte o partido de esquerda emergente deslocou uma das agremiações que representava parte da elite dirigente. Todos os que antes se dividiam em 2 partidos, se rearranjam em apenas um deles, no caso britânico o Partido Conservador, para enfrentar a nova elite política que nasceu pobre. É provável que isto só não tenha acontecido com o DEM até agora por causa de nossa legislação permissiva face ao surgimento e manutenção de pequenos partidos.

 

O Hulk brasileiro, a julgar pelos últimos movimentos do DEM, não tem a letra “L” no nome: é Huck mesmo. Há quem no mundo político creia, ao menos publicamente, que se ele for candidato a presidente pelo DEM, o antigo PFL, como fênix, renascerá das cinzas. É improvável. Há 2 motivos para isso, o 1º é que os pobres nordestinos vêm votando nas últimas eleições no candidato do PT. O caldeirão nordestino não é do Huck. O segundo é que a classe média de São Paulo vem votando no candidato a presidente do PSDB. Aliás, o domínio do PSDB em São Paulo se estende ao governo estadual, controlado pelos tucanos já fazem seis mandatos. Não parece que a sobriedade do eleitorado de São Paulo guarde relação de afinidade com coisas como “lar doce lar”, “quem quer ser um milionário”, ou “lata velha”. Enfim, diante disto tudo surpreende que o DEM se torne parte do quadro é “agora ou nunca”. Para PMDB, PT e PSDB é agora.

 

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

18/10/2017 BRT de Goiânia é a cabra que colocaram na nossa sala

Cronograma atrasado e suspeitas de corrupção levam goianiense a pensar que rotina de ônibus e terminais superlotados era real felicidade.

18/10/2017 Golpe militar: brincadeira de mau gosto virou papo sério

Risco de intervenção não foi contornado, ainda que Palácio do Planalto e o frágil ministro da Defesa, Raul Jungmann, avaliem que sim.

18/10/2017 Eleição das redes: ambiente hostil decidirá pleito em 2018

Combate, que há até pouco tempo se restringia à troca de memes e paródias, transformou-se numa sofisticada guerra de informações.

18/10/2017 Encruzilhada democrática

"Solução, como sempre, está nas mãos do eleitor, cuja consciência cívica e compromisso com o futuro da nação brasileira precisam se aguçar"

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manhã - Jovem Pan-GO