Poder

Preso, Nuzman renuncia ao comando do COB

POR GBrasil | 11/10/2017
img/noticias/Preso, Nuzman renuncia ao comando do COB
&

 

Carlos Arthur Nuzman renunciou à presidência do Comitê Olímpico do Brasil (COB), órgão que ele comandava há 22 anos, e será substituído pelo vice Paulo Wanderley Teixeira, informou o COB nesta quarta-feira, uma semana após a prisão do dirigente.

 

Nuzman, que tinha mandato até 2020, está preso preventivamente acusado de intermediar a compra de votos para a cidade do Rio de Janeiro ganhar o direito de sediar os Jogos Olímpicos de 2016.

 

O anúncio da renúncia foi feito através de uma carta encaminhada pelo dirigente à Assembleia Geral Extraordinária do COB, que acontece nesta quarta-feira e que foi convocada para tratar do caso envolvendo a prisão de Nuzman.

 

O dirigente alegou que precisa de tempo para se defender da acusação de intermediar a compra de votos para a Rio 2016.

 

“Considerando-se, todavia, a necessidade de dedicar-me, integralmente, ao pleno exercício do meu direito de defesa, renuncio de modo irrefutável e irretratável ao cargo de presidente do Comitê Olímpico Brasileiro bem como ao de membro honorário de sua Assembleia Geral”, diz a carta assinada por Nuzman.

 

No fim de semana, o COB já tinha divulgado um pedido de afastamento temporário de Nuzman da presidência da entidade e do Comitê Organizador dos Jogos de 2016.

 

Nuzman foi preso temporariamente na última quinta-feira, em sua casa, no Rio de Janeiro, e na segunda-feira a prisão foi convertida em preventiva, equivalente a uma detenção por tempo indeterminado.

 

A defesa de Nuzman já protocolou na Justiça do Rio de Janeiro pedidos de habeas corpus do dirigente esportivo.

 

Em princípio, Nuzman será substituído pelo vice-presidente do COB, Paulo Wanderley Teixeira, que é ligado ao judô brasileiro.

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

11/10/2017 Directa/GBrasil: Eliton reduz vantagem de Caiado a 9,7 pontos

Senador continua líder, com 35,5%. Governador manteve a tendência de crescimento e atingiu 25,8%. Daniel Vilela tem 8,5%.

11/10/2017 Directa/GBrasil: Marconi lidera disputa para Senado

Ex-governador registra 26,3%. L√ļcia est√° em segundo, com 17,8%. Vereador Jorge Kajuru (PRP) aparece na sequ√™ncia com 15,4%.

11/10/2017 Directa/GBrasil: Daniel e Caiado s√£o os mais rejeitados

Entre os pesquisados, o pré-candidato do MDB é rejeitado por 14,4% e Caiado por 13,5%, respectivamente. Rejeitam Eliton 10,3%.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as not√≠cias do Brasil e do mundo com publica√ß√Ķes realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conte√ļdo jornal√≠stico exclusivo para voc√™.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manh√£ - Jovem Pan-GO