Goiás

Câmara veta aumento de IPTU e Andrey se revela menor que cargo que ocupa

POR Colunista GO | 05/09/2017
img/noticias/Câmara veta aumento de IPTU e Andrey se revela menor que cargo que ocupa
&

 Em uma manobra que seria considerada grosseira até na menor das currutelas do interior de Goiás, o presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Andrey Azeredo (PMDB), mostrou nesta terça-feira que é menor do que o cargo que ocupa. O vereador liderou uma manobra para tirar da pauta de votações projeto do vereador Elias Vaz (PSB) que suspende a lei - atualmente em vigor - que permite à prefeitura aumentar IPTU e ITU sem a autorização do poder Legislativo. 

 

A prefeitura, é claro, queria que a proposta fosse derrubada. Mas não articulou com competência para atingir o seu objetivo. Ainda contrário à ideia de escalar um líder de bancada de situação para servir de interlocutor entre o Paço e a Câmara, o prefeito Iris Rezende (PMDB) indicou, para esta batalha, os vereadores Oséias Varão (PSB) e Juarez Lopes (PTN), além do próprio Andrey. Coube a Oséias formalizar o pedido de vistas. Andrey e Juarez, primeiro-secretário da Mesa, se ocupariam da tarefa de criar balbúrdia em plenário para garantir que as vistas fossem concedidas. 

 

Alheio aos apelos da oposição, Andrey atropelou os colegas e decidiu arbitrariamente que a votação não seria feita no painel. O objetivo estava claro: criar clima de confusão no plenário que abrisse margem para erros de contagem nos votos. Rapidamente, Andrey e Juarez encerraram a votação e declararam o pedido de vistas aprovado. A reação dos vereadores mais sérios da Casa, como Dra. Cristina (PSDB), Elias Vaz (PSB) e e Jorge Kajuru (PRP) foi imediata.

 

Andrey foi forçado a votar de novo o pedido de Oséias Varão, só que desta vez no painel. A manobra - e o pedido de vistas - foram rechaçados pela maioria. Neste momento, a base de Iris escangalhou-se. O projeto entrou em votação e nem Oséias, nem Juarez tiveram coragem de votar contra ele. O resultado foi: com 31 votos a favor e nenhum contra, caiu a lei que permitia o aumento contínuo do IPTU e ITU. A matéria precisa ainda passar em segunda votação, mas a tendência é que o placar se repita. Derrota de Iris, vitória da população. 

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Goiás 05/09/2017 CRLV Digital: Baldy facilita vida dos motoristas de Goiás

Condutores goianos terão, a partir de agora, a documentação do veículo e carteira de habilitação reunidos em um único aplicativo de celular.

Goiás 05/09/2017 PF prende outra vez Joesley, filho pródigo de Anápolis

Sócio-proprietário do grupo J & F é acusado de pagar propina em troca de favores do Ministério da Agricultura. Dois ex-ministros fram presos

Goiás 05/09/2017 Desleixo de Iris faz buracos se multiplicarem em Goiânia

Iris de antes já teria resolvido há muito tempo o problema. Como de fato resolveu em meados da década passada, no seu retorno à prefeitura.

Goiás 05/09/2017 Elias Vaz defende que PSB seja oposição a Caiado

Se o saudoso Miguel Arraes, fundador do PSB, estivesse vivo, o GBrasil aposta tudo que não aceitaria esta eventual aliança.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manhã - Jovem Pan-GO