Goiás

CEI da Saúde tem início e deve ser nova fonte de dor de cabeça para Iris

POR GBrasil | 11/10/2017
img/noticias/CEI da Saúde tem início e deve ser nova fonte de dor de cabeça para Iris
A

A Comissão Especial de Inquérito que vai apurar irregularidades na Saúde em Goiânia realizou a primeira reunião nesta quarta-feira. O vereador Clécio Alves (PMDB) foi escolhido presidente e Elias Vaz (PSB) é o relator. A Comissão tem até seis meses para concluir o trabalho. A próxima reunião ficou marcada para segunda-feira, 16 de outubro, às 14 horas, na sala de comissões da Câmara.

 

Apesar de ser do mesmo partido do prefeito, Clécio não tem poupado críticas a Iris. O vereador chegou a dizer que a titular da Saúde, Fátima Mrue, tem prestado "um desserviço". 

 

O vereador Elias Vaz explica que a investigação deve seguir duas frentes. A primeira é a análise de contratos firmados pelo Município. “A prefeitura gastou no ano passado R$300 milhões com o pagamento de prestadores de serviço e compra de insumos. Precisamos saber se isso realmente se justifica, se o serviço foi prestado, se os preços não estavam superfaturados e se os produtos foram entregues. Vamos passar a limpo esses contratos”, afirma o vereador.

 

A outra frente de trabalho é voltada para o atendimento à população. “Recebemos várias reclamações de pacientes que procuram médicos nas unidades de saúde e não conseguem a consulta porque estão faltando profissionais. Queremos fazer um raio-X das unidades. O usuário tem direito a um serviço decente e a saúde pública de Goiânia está muito longe disso”, conclui Elias Vaz.

 

Além de Elias e Clécio Alves, também compõem a CEI os vereadores Carlin Café (PPS), Cristina Lopes (PSDB), Jorge Kajuru (PRP), Kleybe Morais (PSDC) e Paulo Daher (DEM), que foi escolhido vice-presidente da Comissão. 

TAGS: Iris CEI Saúde

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Goiás 11/10/2017 Autor de atentado em Goiânia será internado por 45 dias

Ministério Público também solicitou que adolescente seja colocado em separado dos demais internos, já que é filho de militares.

Goiás 11/10/2017 Deputado goiano propõe maioridade penal de 12 anos

Delegado Waldir (PR) apresentou ideia no calor da repercussão do atentado a tiros que matou duas crianças em escola de Goiânia.

Goiás 11/10/2017 Thiago Peixoto: “tragédia em Goiânia é combinação lamentável de bullying e armas”

Parlamentar diz que este é um dos dias mais tristes da história de Goiânia e que liberação de armas só trará mais violência.

Goiás 11/10/2017 Vítima de atentado em Goiânia em estado gravíssimo

Dois estudantes morreram no local do ataque e ao todo há quatro feridos internados. Tiros foram disparados por estudante da mesma escola.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manhã - Jovem Pan-GO