Goiás

É Iris? Deputado sugere 3º nome na disputa entre Caiado e Daniel

POR Colunista GO | 10/03/2018
img/noticias/É Iris? Deputado sugere 3º nome na disputa entre Caiado e Daniel
D

Declarações dadas pelo deputado estadual Bruno Peixoto (MDB) ao jornal O Popular neste sábado deixaram o meio político em alerta. Bruno afirmou que existe a possibilidade de surgir um “3º nome competitivo” para por termo à briga entre o deputado federal Daniel Vilela (MDB) e o senador Ronaldo Caiado (DEM) pela condição de candidato único das oposições ao governo de Goiás. Qual seria este nome?

 

Existe apenas um político de oposição com autoridade suficiente para pedir a Daniel e Caiado que desistam dos respectivos projetos eleitorais em favor da sua candidatura: é o prefeito Iris Rezende (MDB), que do alto dos seus 84 anos tem se esmerado em construir uma imagem de político conciliador, que busca a união dos grupos contrários ao governador Marconi Perillo (PSDB). Iris tomou o cuidado de não declarar apoio a nenhum dos dois pré-candidatos envolvidos na contenda porque sabe que, se o fizesse, abriria mão de ser ele próprio o tertius da disputa. 

 

A amigos, Iris costuma dizer - em tom de brincadeira, por enquanto - que conseguiria construir uma candidatura competitiva a governador porque hoje o que pesa é a televisão e as redes sociais. Nada que exija demasiado vigor físico. Encanta-lhe também o cenário sem Marconi Perillo (PSDB) - que é o seu pior pesadelo - como candidato. Iris se considera muito maior que o vice-governador José Eliton (PSDB) e vê esta como a chance derradeira de voltar ao Palácio das Esmeraldas e encerrar a carreira de forma consagradora.

 

Não é difícil construir o discurso. Como fez em 2016, Iris diria que não tinha plano algum de ser candidato, mas que foi ungido pelo partido (numa mobilização que ele rapidamente conseguiria organizar nos subterrâneos) e que não é homem de fugir à luta, às responsabilidades. Dirá que conversou com Deus ao pé da cama em uma destas madrugadas de insônia e soube Dele que esta era a sua missão. 

 

Bruno Peixoto não é aliado de Daniel e nem de Caiado, por ora. Está em cima do muro, a exemplo de Iris. E é filho de um velho amigo do prefeito, o atual presidente do Instituto de Assistência aos Servidores (Imas), Sebastião Peixoto. À coluna Giro, ele disse: “Na época das convenções, quem estiver melhor será o candidato. E quem sabe não pode aparecer um terceiro nome competitivo também”.

 

Pesará contra ele o fato de abandonar o mandato pela metade para pleitear cargos mais importantes, mas para quem já fez isto três ou quatro vezes, é café pequeno. 

 

No futuro, pode ser que olhemos para trás e encaremos este como gatilho de um movimento queremista que trouxe Iris para disputa. O tempo dirá. 

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Goiás 10/03/2018 Previdência: base desarticulada de Iris terá problemas

Legislativo se prepara para receber mais um projeto que estipula alterações impopulares na previdência pública da Capital.

Goiás 10/03/2018 Para amarrar o PP, Daniel busca políticos do interior

Pré-candidato do MDB mescla reuniões com cardeais em Brasília com encontros com líderes do interior para fechar acordo com PP.

Goiás 10/03/2018 Baldy garante R$ 66 milhões para Saúde nos próximos 10 anos em Anápolis

Intervenção do ministro das Cidades junto ao ministro da Saúde viabiliza incremento de R$ 6,6 milhões ao que é repassado todo ano.

Goiás 10/03/2018 Crescimento de Eliton nas pesquisas empolga PSDB

Tucanos apostam que candidatura à reeleição do governador vive tendência de crescimento.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manhã - Jovem Pan-GO