Goiás

Governos Marconi e Eliton batem recorde em novos empregos

POR Colunista GO | 05/07/2018
img/noticias/Governos Marconi e Eliton batem recorde em novos empregos
D

De 2015 até meados deste ano, quando o País passou por períodos de recessão e depressão econômica, o Governo de Goiás manteve o ritmo de atração de investimentos privados, com a chegada de grandes empresas e a ampliação de indústrias de grande porte. Desta forma, angariou vultosos investimentos e bateu recorde na geração proporcional de empregos.

 

Em todo este período e também nos seis primeiros meses deste ano, Goiás está entre os estados brasileiros que mais geraram empregos no país, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego.

 

Os investimentos são resultado da política de incentivos e benefícios fiscais implantada pelo ex-governador Marconi Perillo e continuada na gestão do governador José Eliton.

 

2015
Em abril de 2015, a empresa australiana Orinoco Gold assinou protocolo de intenções para a construção de uma indústria na cidade de Faina, Região Noroeste do Estado, com estimativa de produção de 20 mil onças (640 quilos) de ouro por ano, com investimento de R$ 30 milhões e geração de 140 empregos diretos e indiretos.

 

Em junho daquele ano, o então governador Marconi assinou uma série de protocolos de intenções com representantes de empresas do setor automotivo, de alimentos e mineração. Seriam gerados 7,7 mil empregos diretos e indiretos em seis municípios das Regiões Sudeste, Nordeste, Sudoeste do Estado e Entorno do Distrito Federal.

 

No mês de setembro de 2015, Marconi e José Eliton assinaram protocolo de intenções com indústrias do ramo de alimentos, fabricação de ração e motores. Os investimentos somaram R$ 625 milhões. A previsão era de geração de 1.191 empregos diretos e 4.063 indiretos, com a instalação de seis indústrias, em Palmeiras de Goiás, Rialma e em Itumbiara.

 

Em novembro de 2015, Marconi e o presidente da Heineken no Brasil, Didier Debrosse, assinaram protocolo de intenções para instalação de uma fábrica em Itumbiara, com investimento de R$ 650 milhões, e geração de 650 empregos diretos e indiretos. No mês de dezembro, o governo estadual assinou protocolo de intenções com quatro empresas que investiriam, juntas, cerca de R$ 325 milhões em Goiás. As empresas gerariam 5.020 novas vagas de emprego.

 

2016
O ano de 2016 também registrou grandes investimentos e geração de empregos. Em abril, quatro empresas assinaram protocolo de intenções com prefeitos das cidades de Goianápolis, Itumbiara e Goianésia. Com investimentos de R$ 460 milhões, as empresas gerariam mais 2.204 empregos diretos e indiretos, no total.

 

No mês de setembro, o Governo de Goiás assinou protocolo de intenções com a empresa Aeroalcool Tecnologia Ltda. Foi a primeira indústria de fabricação de aeronaves agrícolas e comerciais do Centro-Oeste, instalada no município de Palmeiras. A estimativa da empresa era a de gerar 2.280 empregos, sendo 570 empregos diretos e 1.710 indiretos.

 

Em junho, a empresa Sierra Móveis oficializou a intenção de instalar uma unidade em Goiás, com investimento de R$ 150 milhões e geração de 1,2 mil empregos direitos e indiretos. A empresa fabrica janelas e painéis para o mercado nacional e internacional.

 

Em dezembro, as empresas Coteminas, Dudalina, Bio Scie, Kamal e Farmtrac anunciaram investimento totais de R$ 437 milhões em Goiás e geração de 9.540 empregos no Estado.

 

2017
Em fevereiro, durante missão comercial liderada por Marconi ao Oriente Médio, o Governo de Goiás e a Caracal Internacional assinaram o protocolo de intenções, e em abril a empresa lançou a pedra fundamental em Goiás, estado escolhido para construir sua primeira unidade no País. A companhia se comprometeu a investir R$ 500 milhões na implantação e operação da unidade, e a gerar 650 empregos diretos e 600 indiretos.

 

No mês de maio, várias empresas minerárias que atuam em Goiás anunciaram investimento de 750 milhões de dólares em projetos de exploração, ampliação e pesquisa mineral no Estado. No mês de novembro, foi a vez da montadora chinesa Chery oficializar instalação em Anápolis. A Chery estimou gerar de 5 a 6 mil empregos diretos no Estado. Os investimentos foram da ordem de até US$ 2 bilhões.

 

Em dezembro de 2017, o governo estadual assinou protocolo de intenções com 11 empresas que fariam investimentos da ordem de R$ 313,5 milhões no Estado, e gerariam 4.790 empregos diretos e indiretos. No mesmo mês, assinou com empresários e prefeitos de nove cidades protocolo de intenções para instalação de fábricas nas cidades de Anápolis, Goianésia, Abadia de Goiás, Cachoeira Alta, Jataí, Itumbiara, Ipameri, Campos Verdes e Santo Antônio da Barra. Juntas, as empresas investiriam no Estado aproximadamente R$ 490 milhões e gerariam 4.186 empregos diretos e indiretos.

 

2018
Somente no mês de março deste ano, Marconi e José Eliton garantiram a instalação e ampliação de mais 20 empresas que investirão R$ 717 milhões no Estado. As indústrias gerarão sete mil empregos e estão sendo instaladas em Goiânia, Anápolis, Cezarina, Firminópolis, Goianápolis, Jataí, Hidrolândia, Palmeiras de Goiás, São Miguel do Araguaia e Senador Canedo.

 

Em abril, a produtora de embalagens polonesa Canpack inaugurou nova planta em Itumbiara, com capacidade para produção de até 2 bilhões de unidades de latinhas. A planta recebeu investimentos de R$ 411 milhões, e expectativa de geração de 230 empregos diretos.

 

Nas duas últimas décadas, Goiás conseguiu atrair para o Estado cinco das maiores montadoras de veículos do mundo. Mitsubishi, John Deere, Suzuki e Hyundai se instalaram nas cidades de Catalão e Anápolis, e realizaram, nos últimos anos, investimentos de mais de R$ 2,4 bilhões. Tão logo se consolidaram, as empresas se expandiram, aumentaram a linha de produção e, consequentemente, a geração de empregos. Nesta última década, geraram mais de 10 mil empregos.

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Goiás 05/07/2018 No rádio, Eliton critica discurso raso e simplista de Caiado

Na rádio Sagres, governador também afirmou que o candidato não apresenta propostas e foge dos confrontos.

Goiás 05/07/2018 Analistas políticos dizem que Caiado perdeu debate

Para Fabiana Pulcineli, Afonso Lopes, Rubens Salomão e Altair Tavares, senador do DEM ficou abaixo de Eliton e Daniel.

Goiás 05/07/2018 Capa de O Popular confirma fiasco de Caiado em debate

Capa da edição desta sexta de O Popular confirma que participação do senador no debate promovido ontem pelo jornal na quinta foi um fiasco.

Goiás 05/07/2018 Eliton garante a empresários da 44 que vai reduzir impostos

Governador e candidato à reeleição participou de sabatina promovida por empresários da região, em Goiânia.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manhã - Jovem Pan-GO