Goiás

Marconi e Alckmin discutem demandas de Goiás e São Paulo

POR Colunista GO | 29/08/2017
img/noticias/Marconi e Alckmin discutem demandas de Goiás e São Paulo
A

As demandas administrativas comuns, com destaque para a agenda econômica e de investimentos, foram tema de encontro entre os governadores Marconi Perillo e Geraldo Alckmin (SP) no final da tarde desta segunda-feira, dia 28, no Palácio dos Bandeirantes, sede do Executivo paulista. Os governadores tucanos trataram de providências relativas à exploração da Hidrovia Paranaiba-Tietê-Paraná, com destaque para as obras de derrocamento do canal de Nova Avanhandava, gargalos relacionados à efetiva convalidação dos incentivos fiscais e aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) dos Precatórios no Congresso Nacional.

 

A reforma política em discussão no Congresso foi o item da pauta política do encontro entre os dois governadores, que durou uma hora e ocorreu na ala residencial do Bandeirantes. Marconi e Alckmin têm afirmado que é preciso dar prosseguimento a temas centrais da proposta, de forma a pacificar polêmicas existentes, como é o caso do modelo de financiamento e da cláusula de barreira.

 

A convalidação dos incentivos fiscais foi um dos principais itens da pauta econômica. Recentemente, o governador de São Paulo acatou sugestão de Marconi pela retirada da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) movida pelo Estado de São Paulo no Supremo Tribunal Federal (STF) contra os incentivos concedidos por unidades da federação em estágio de desenvolvimento, caso de Goiás. O fim da ação levou à aprovação do projeto de convalidação no Congresso, mas ainda há divergências quanto à aplicação das regras. Marconi e Alckmin vão promover uma agenda comum para construir um consenso em torno desses pontos.

 

Quanto à Hidrovia Paranaíba-Tietê-Paraná, Marconi e Alckmin trataram das condições de exploração do sistema, estratégico para as duas economias. Em fevereiro deste ano, o governador Geraldo Alckmin deu início às obras de ampliação e derrocamento do Canal de Navegação da Eclusa de Nova Avanhandava. O investimento no projeto, que tem previsão de conclusão em julho de 2019, é de R$ 203 milhões, dos quais R$ 181,5 milhões com recursos do PAC e R$ 21,5 milhões do Governo do Estado de São Paulo.

 

Com a escavação, o canal de navegação ganhará mais 2,4 metros de profundidade no acesso à jusante da eclusa. A obra, que será executada num trecho de 10 quilômetros da Hidrovia Tietê-Paraná, irá possibilitar a compatibilização do uso do reservatório tanto para a navegação como para a geração de energia, já que permitirá a operação da Usina de Três Irmãos sem trazer qualquer prejuízo à navegação e ao transporte de cargas.

 

Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Goiás 29/08/2017 CRLV Digital: Baldy facilita vida dos motoristas de Goiás

Condutores goianos terão, a partir de agora, a documentação do veículo e carteira de habilitação reunidos em um único aplicativo de celular.

Goiás 29/08/2017 Baldy libera R$ 30 milhões para obras em Mineiros

Estima-se que mais de 52 mil habitantes sejam beneficiados. Assinatura de termo de convênio acontece nessa sexta-feira.

Goiás 29/08/2017 PF prende outra vez Joesley, filho pródigo de Anápolis

Sócio-proprietário do grupo J & F é acusado de pagar propina em troca de favores do Ministério da Agricultura. Dois ex-ministros fram presos

Goiás 29/08/2017 Desleixo de Iris faz buracos se multiplicarem em Goiânia

Iris de antes já teria resolvido há muito tempo o problema. Como de fato resolveu em meados da década passada, no seu retorno à prefeitura.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manhã - Jovem Pan-GO