Goiás

Missões comerciais trouxeram R$ 4 bi em investimento estrangeiro a Goiás

POR Colunista GO | 10/09/2017
img/noticias/Missões comerciais trouxeram R$ 4 bi em investimento estrangeiro a Goiás
D

De acordo com dados divulgados nesta semana pelo governo de Goiás, missões comerciais comandadas pelo governador Marconi Perillo (PSDB) no exterior traduziram-se em mais de R$ 4 bilhões em investimentos estrangeiros nos últimos 22 meses, terminados em julho. A projeção é a de que este investimento provocará abertura de 34 mil vagas de empregos diretos e indiretos ao longo dos próximos anos. 

 

Missões como a que Marconi comanda nesta semana, em três países da América do Sul, são parte da política agressiva de busca por investidores além-fronteiras do Brasil, somada à concessão de incentivos fiscais para empresas que geram postos de trabalho no Estado. A estratégia funcionou bem nos últimos anos: o Produto Interno Bruto (PIB) bateu a cifra dos R$ 165 bilhões e Goiás conquistou o nono lugar no ranking de economias mais fortes e competitivas do País. 

 

Em duas décadas (período que se inicia com o primeiro governo Marconi), o PIB cresceu dez vezes, de R$ 17,4 bilhões em 1998 para R$ 178 bilhões em 2016. A balança comercial, por sua vez, cresceu 2,3 vezes entre 2005 e 2015, de US$ 1,093 bilhão para US$ 2,515 bilhões. O número de países para os quais Goiás exporta seus produtos cresceu duas vezes e meia, de cerca de 50 em 1998 para 145 nações em 2015.

 

China, Holanda, Índia, Rússia, Coreia do Sul, Irã, Estados Unidos, Hong Kong, Vietnã e Itália são os principais destinos das mercadorias de Goiás, exatamente os países priorizados pelas principais missões comerciais empreendidas. O saldo da balança comercial é positivo para Goiás, com os valores exportados superando o total de importações.

 

Entre os maiores investimentos estrangeiros anunciados para o Estado nos últimos meses estão Heineken, Caracal, Gerresheimer, Orico Gold, Anglo e Heinz, todos resultados das missões comerciais realizadas pelo Governo de Goiás. É o caso também de Hyundai, Suzuki e da ampliação da Mitsubishi.

 

Reportagem publicada em março pelo jornal O Popular mostrou que, 2016, Goiás ficou na 5.ª posição entre os Estados que mais ampliaram o número de empresas que passaram a exportar seus produtos para o exterior: "353 empresas de Goiás, de todos os tamanhos e setores, venderam para todos os cantos do mundo, 70 a mais que em 2015", afirmou a reportagem.

 

"Os números colocaram Goiás no quinto lugar no mapa de novas empresas exportadoras do País, ficando atrás apenas de Rio Grande do Sul e Santa Catarina (58), São Paulo (52) e Minas Gerais (48)", afirmou a reportagem, que relata ainda que "por estas razões, as missões internacionais são consideradas vitrines pelos empreendedores".

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Goiás 10/09/2017 No UOL: Baldy disse a Marconi que destravará Expresso Pequi

Projeto de linha ferroviária para cargas e passageiros entre Goiânia e Brasília se arrasta há dez anos em repartições do governo federal.

Goiás 10/09/2017 Presença de deputados será registrada por biometria, reafirma Vitti

Medida foi tomada depois que presença de Gustavo Sebba foi registrada na Comissão Mista sem que deputado estivesse na Assembleia.

Goiás 10/09/2017 Maguito dá sinais de que pode voltar à política

Em articulação com aliados e postagens nas redes sociais, ex-governador deixa claro que aposentadoria não foi definitiva.

Goiás 10/09/2017 Goiânia receberá mostra internacional de Cinema Fantástico

Evento contará com exibição de filmes e oficinas gratuitas.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manhã - Jovem Pan-GO