Tocantins

Conheça os 7 candidatos que disputam governo

POR Colunista TO | 02/06/2018
img/noticias/Conheça os 7 candidatos que disputam governo
S

Sete candidatos disputam a eleição suplementar para governador do Tocantins, neste domingo, que deve levar às urnas cerca de 700 mil eleitores do Estado. Confira abaixo o perfil de cada um dos políticos que estão no pleito:

 

Carlos Amastha

Carlos Amastha é empresário apaixonado. Chegou a Palmas há mais de 15 anos, onde criou um sistema de educação a distância e o shopping Capim Dourado. Foi eleito prefeito de Palmas por duas vezes. Destaca ter implantado na Capital: a energia solar, o Capital da Fé, o Resolve Palmas, creches noturnas;

 

Amastha tem 57 anos, é casado com Glô Amastha e tem três filhos e quatro netos. Fala cinco idiomas e é nascido na Colômbia, mas se naturalizou brasileiro há 35 anos. O ex-prefeito se coloca como sendo conhecido pela sua coragem, capacidade de administrar e vencer desafios.

 

Vicentinho Alves:

O senador Vicentinho Alves nasceu em Porto Nacional, Tocantins, filho de Vicente de Paula Oliveira e Ana Alves de Oliveira. É casado com Adailde Alves de Oliveira e pai de Raimundo Aires Neto Alves, Vicente Alves de Oliveira Junior, Thiago Tapajós Alves de Oliveira e Mariana Alice Alves de Oliveira.

 

Piloto comercial, empresário e agropecuarista, iniciou sua vida pública elegendo-se prefeito de sua cidade natal, Porto nacional. Foi Presidente da Associação Tocantinense de Municípios (ATM), deputado estadual por dois mandatos, presidente da Assembleia Legislativa, Secretário-Geral da União Nacional dos Legislativos Estaduais (UNALE), governador interino do Tocantins e deputado federal.

 

Como Senador da República foi primeiro secretário da Mesa Diretora, líder do Partido da República no Senado Federal e coordenador da bancada federal do Tocantins.

 

Mauro Carlesse:

Mauro Carlesse nasceu no município de Terra Boa, Paraná, 25 de junho de 1960. No Tocantins, ocupou-se como empresário e agropecuarista. Iniciou a carreira política ao se filiar ao Partido Verde (PV) em 2011, quando então já exercia a presidência do Sindicato Rural de Gurupi. Foi candidato a prefeito daquela cidade nas eleições de 2012. Em 2013, filiou-se ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e candidatou-se a deputado estadual em 2014, conquistando uma vaga para a 8ª Legislatura. Atualmente é filiado ao Partido Humanista da Solidariedade. No dia 08 de julho de 2016 foi eleito presidente da Assembleia Legislativa para o biênio que termina em 2019.

 

Kátia Abreu:

A senadora Kátia Abreu (PDT) nasceu em Goiânia, Goiás, em 2 de fevereiro de 1962. É filha de João Luiz Duarte de Abreu e Vera Lúcia Feresin de Abreu e tem três filhos: Irajá, Iratã e Iana Maria. A pedetista é psicologia de formação e casada com Moises Gomes.  Mora no Tocantins desde a divisão do Estado.

 

Iniciou sua vida pública na cidade de Gurupi em 1994, como a primeira mulher no Brasil a presidir um sindicato rural. Foi também a primeira mulher a presidir uma Federação de Agricultura e Pecuária no Brasil.

 

Kátia Abreu foi também a primeira mulher a presidir a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil, em 2007, que congrega mais de 5 milhões de produtores rurais. e, ainda, a primeira mulher a ocupar o cargo de ministra da Agricultura.

 

Exerceu, como suplente, o mandato de deputada federal na legislatura 1999-2002. Em 2002 foi a deputada federal mais votada do Tocantins. A terceira proporcional do país e, naquele ano, foi uma dos 23 deputados que alcançou a legenda própria com 76.810 mil votos.

 

Elegeu-se em 2006 senadora. A primeira senadora eleita na história do Tocantins, sendo reeleita em 2014 para mais oito anos no Senado.

 

Licenciou-se do Senado em 2015 para assumir o Ministério da Agricultura e Pecuária do Brasil, onde permaneceu até maio de 2016. Atualmente é presidente licenciada da Federação da Agricultura e Pecuária do e Tocantins, onde foi reeleita.

 

Márlon Reis:

Márlon Reis, 48 anos, tocantinense de Pedro Afonso, é advogado especialista em Direito Eleitoral e Partidário e com atuação nos Tribunais Superiores. É Doutor em Sociologia Jurídica e Instituições Políticas pela Universidade de Zaragoza. Foi juiz por quase 20 anos no Maranhão.

 

É um dos idealizadores da Lei da Ficha Limpa, que impede a participação eleitoral de candidatos que tenham sofrido condenações criminais em âmbito colegiado. Considerado pela revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes de 2009.  

 

Em julho de 2012, foi o único brasileiro selecionado, entre 460 líderes, para representar o Brasil no “Draper Hills Summer Fellows”, encontro mundial sobre cidadania, direitos humanos e mobilização social, na Califórnia, Estados Unidos, a convite da Universidade de Stanford.

 

Marcos Souza:

Natural de Dom Cavati, Minas Gerais, Marcos Souza é cristão, casado há 42 anos com Marlene e é pai de 3 filhos: Marcos, Marcelo e Mariana. Sempre foi empreendedor, atuando na iniciativa privada. Chegou ao Tocantins em 20 de maio de 1989, dia do lançamento da pedra fundamental.

 

Em 1994, Marcos Souza foi eleito vice-presidente da Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa), permanecendo no cargo até 1999. Em uma dessas ocasiões, assumiu interinamente a presidência, período no qual foi responsável pela realização da 1ª Feira de Negócios da Capital (Fenepalmas).

 

Em 2006, assumiu a presidência da Agência de Trânsito, Transporte e Mobilidade de Palmas, permanecendo no cargo até 2008. Neste período, implantou o novo sistema de transporte coletivo na Capital. Marcos afirma ter otimizado as rotas e ter conseguido a redução do valor da passagem para o usuário do transporte coletivo. Iniciou também o trabalho de implantação das ciclovias na capital, projeto que alega ter sido abandonado pelos gestores posteriores.

 

É graduado em Gestão Pública, e se lança como candidato ao governo do Tocantins pelo Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB).

 

Mário Lúcio Avelar:

Avelar é formado em Economia e Direito. Foi promotor de justiça em Araguacema, Pium, Colméia, Augustinópolis, Araguatins e Tocantinópolis. Como Procurador da República, combateu esquemas de corrupção que saqueavam os cofres públicos do Tocantins. Defendeu o povo tocantinense dos desmandos políticos desde os primeiros anos de criação do Estado. Ficou reconhecido por defender as minorias e os menos favorecidos.

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Tocantins 02/06/2018 Crime eleitoral: PF investiga Mauro Carlesse

Segundo fontes da PF, foram mais de 160 emendas foram liberadas por Carlesse para atender redutos eleitorais em troca de voto.

Tocantins 02/06/2018 Carlesse e Vicentinho disputarão 2º turno. Kátia decepciona

Governador interino e senador apoiado por Marcelo Miranda seguem na corrida pela chefia do poder Executivo no Estado.

Tocantins 02/06/2018 Tocantins elege novo governador neste domingo

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou novas eleições no Tocantins depois de cassar os mandatos do governador, Marcelo Miranda (MDB).

Tocantins 02/06/2018 Depois de adiamentos, TJ-TO julga caso que pode refletir na anulação de centenas de perícias agrárias

Julgamento na 4ª Turma da Primeira Câmara Cível está marcado para esta quarta-feira, 2; áreas em disputa são as mesmas da Operação Maet

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manhã - Jovem Pan-GO