Tocantins

Ordem far√° desagravo a presidente da OAB-TO atacado por Amastha

POR Colunista TO | 28/02/2018
img/noticias/Ordem far√° desagravo a presidente da OAB-TO atacado por Amastha
P

Principais dirigentes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) se reunirão na sede da entidade em Palmas, capital do Tocantins, para um ato de desagravo ao presidente da seccional tocantinense, Walter Ohofugi Júnior, em função de ataques que ele recebeu no Facebook do prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), por ser contra o aumento de IPTU no município. 

 

A exemplo do que fez o presidente da OAB em Goiás, Lúcio Flávio Paiva, diante do reajuste de imposto em Goiânia, Walter Ohofugi ingressou com Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) contra o projeto de lei do prefeito que regulamentou a  alta do IPTU em Palmas. Amastha promoveu aumento que, para algumas residências, chegou a 400% sobre o valor cobrado em 2016. 

 

Após divulgação da nota da OAB, por meio de reportagem no site da entidade, o prefeito escreveu nas redes sociais: “mentiroso. Oportunista. Defenda o povo. Não use a OAB para defender os seus clientes”. 

 

O relator do caso na OAB nacional foi o conselheiro Siqueira Castro, do Rio de Janeiro, após um pedido da Procuradoria de Defesa das Prerrogativas da Seccional. O relator frisou que a ofensa a um advogado no exercício de presidente de OAB ofende a todos os profissionais e à cidadania. Diversos conselheiros federais manifestaram-se em solidariedade a Ohofugi e a favor do desagravo.

 

O desagravo público é um direito do advogado ofendido no exercício da profissão ou em razão dela, como prevê o Estatuto da Advocacia (Lei 8.096/04). Quando o profissional exerce o cargo de conselheiro federal ou presidente de Seccional, o desagravo fica a cargo do Conselho Federal da OAB.

 

COMPARTILHE:

Notícias Relacionadas

Tocantins 28/02/2018 Amastha desiste de ser candidato a governador

Em v√≠deo, Amastha disse que as suas coliga√ß√Ķes proporcionais n√£o foram bem sucedidas e que o projeto perdeu ess√™ncia.

Tocantins 28/02/2018 Carlesse vence eleição suplementar para governador

Com 100% das urnas apuradas, Carlesse obteve 368.553 votos (75,14% dos votos v√°lidos). Vicentinho Alves (PR) teve 24,86%.

Tocantins 28/02/2018 Vicentinho Alves afirma que vai reduzir ICMS do diesel

Candidato a governador se comprometeu a rever e reduzir alguns dos impostos que oneram as despesas fixas dos caminhoneiros.

Tocantins 28/02/2018 Crime eleitoral: PF investiga Mauro Carlesse

Segundo fontes da PF, foram mais de 160 emendas foram liberadas por Carlesse para atender redutos eleitorais em troca de voto.

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as not√≠cias do Brasil e do mundo com publica√ß√Ķes realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do GBrasil oferece o melhor do conte√ļdo jornal√≠stico exclusivo para voc√™.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES
  • Show da Manh√£ - Jovem Pan-GO